Destaque Cidade - O que é Destaque na Cidade está aqui!
Araguaína, 16 de Dezembro de 2017

29/08/2017 14:55 // . - .

Vereador Edimar Leandro apresenta projeto que institui no Calendário Oficial do Município a “Semana do Combate à Violência Contra os Trabalhadores do Município”

Publicado em 29 de Agosto de 2017

O projeto de autoria do vereador Edimar Leandro (PRP) tramita na Câmara e prevê instituir no Calendário Oficial do Município a Semana do Combate à Violência Contra os Trabalhadores.

De acordo co o projeto de Lei, a semana a que se refere o “caput”  deverá ser comemorada anualmente na terceira semana do mês de Julho, sendo que o dia “D” das ações será o dia 18 de Julho. Ainda está previsto no projeto, a realização de seminários, workshops, palestras, distribuição de panfletos educativos, cartazes, passeatas e outras atividades que contribuam para a divulgação dos propósitos estabelecidos pela presente lei, tornando-a mais efetiva principalmente no âmbito do Comércio de Araguaína.

As ações da presente lei deverão estar focadas nas Empresas e Trabalhadores que exercem atividades laborais no Comércio. Sendo que as despesas decorrentes com a execução desta Lei correrão por conta das dotações orçamentárias próprias, suplementadas se necessário.

De acordo co o vereador, a violência revela-se, atualmente, como um fenômeno que se dissemina no meio social, em suas variadas formas, atingindo um número expressivo de pessoas, sem distinção de sexo, raça/etnia, condição socioeconômica, religião ou idade.

“Esta data tem o propósito de incentivar a educação e a paz, respeitando sempre os direitos de todo e qualquer trabalhador do município de Araguaína”, diz o parlamentar.

A violência está presente em todas as camadas sociais, destruindo as comunidades, provocando mortes e inúmeros prejuízos para a humanidade o intuito deste projeto é conscientizar a população sobre a possibilidade da resolução de questões e embates com a não violência, seguindo um caminho de paz e respeito entre as pessoas, mesmo que estas tenham ideias diferentes.

A Não violência deve ser para qualquer contexto social e deve-se combater veementemente à agressão física e verbal a todos aqueles que no exercício de suas funções possam sofrer atos de violência.

Os trabalhadores de Araguaína rotineiramente sofrem vários tipos de violência tanto física como psicológica, a data mencionada no parágrafo único do artigo 1º, trás a veracidade da defesa do projeto apresentado, sendo que no dia 18 foi ocorrido um homicídio contra um trabalhador em pleno exercício de sua atividade laboral. A lei não é para que possamos não somente recordar, mas combater todo tipo de agressão contra os trabalhadores de nossa cidade, pois são eles a “engrenagem mestre” para o sucesso de nosso município ser chamado de Capital Econômica do Estado”, finaliza o vereador.

VEJA +