segunda-feira , 30 novembro 2020

Servidores não terão reajuste: Câmara mantém veto de Bolsonaro

Em um forte sinal de aproximação com o Planalto, Bolsonaro conseguiu uma vitória esta noite. A Câmara dos Deputados manteve, por 316 votos a favor e 165 contra, o veto do presidente Jair Bolsonaro ao aumento de servidores públicos até o final de 2021 por causa da crise provocada pela pandemia de covid-19.

A aprovação desta noite derrubou a decisão do Senado que aconteceu na noite de quarta-feira (19) e que derrubava o congelamento salarial de parte do setor público foi revertida após articulação de Bolsonaro com o centrão.

Para garantir o apoio o governo negociou ao longo do dia a prorrogação do auxílio emergencial durante a pandemia e liberação de recursos do Orçamento que deve ser anunciado em breve.

Mais cedo, Bolsonaro acenou aos deputados dizendo que seria “impossível governar o Brasil” caso o reajuste a servidores fosse aprovado.

Um dos deputados contra a manutenção do veto, o parlamentar paraense Edmilson Rodrigues justificou no Twitter seu voto.

 

Uol

Sobre destaquecidade destaquecidade

NOTÍCIAS DO TOCANTINS - BRASIL - MUNDO

Veja Também

TSE obriga partidos a criar cota de fundo eleitoral para negros

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) decidiu nesta terça-feira (25) obrigar os partidos a destinarem recursos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat